Apoiadores

O Nexo Políticas Públicas conta com o apoio de fundações e institutos cujo trabalho, além de difundir o conhecimento científico, é pautado pelo fomento de políticas públicas formuladas e avaliadas a partir de evidências. Graças a esse apoio, todos os conteúdos da plataforma têm acesso livre.

Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal

Desenvolver a criança para desenvolver a sociedade é o propósito da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. Desde 2007, a Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal foca na promoção do desenvolvimento na primeira infância, fase que vai do nascimento até os 6 anos de idade. Estudos indicam que esse período representa uma janela de oportunidades, crucial para o desenvolvimento infantil. A ciência comprova que crescer em um ambiente acolhedor, harmonioso e rico em experiências positivas é fundamental para o bem-estar da criança hoje e para que ela tenha um futuro com mais possibilidades. Por outro lado, viver em uma atmosfera ameaçadora, permeada pela violência, pobreza, abuso e negligência pode ajudar a produzir alterações que afetam negativamente a criança por toda a vida. Tais evidências fazem do investimento na primeira infância algo urgente. E além da questão ética e da Constituição Federal brasileira dizer que é dever de todos – Estado, famílias e sociedade – assegurar os direitos e o melhor interesse de crianças e adolescentes com prioridade absoluta, a economia também já mostrou que há bons motivos para investir nos primeiros anos de uma criança. É daí que surge o propósito da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal: desenvolver a criança para desenvolver a sociedade. Para colocar isso em prática e, assim, garantir que todas as meninas e meninos tenham acesso a um desenvolvimento de qualidade na primeira infância, que é, inclusive, um dos objetivos da agenda para o Desenvolvimento Sustentável proposta pela ONU, decidimos assumir quatro grandes metas. Com elas, buscamos colocar em prática todas as mudanças que gostaríamos de ver no Brasil até o ano de 2030. O primeiro objetivo é garantir educação infantil de qualidade com a demanda por creche atendida e todas as crianças de 4 a 5 anos na pré-escola – em ambos os casos, prezando pela qualidade. A segunda meta diz respeito a fortalecer quem cuida das crianças, apoiando especialmente as famílias mais vulneráveis. O objetivo seguinte trata da avaliação dos programas de primeira infância, pois acreditamos que o que não se pode medir não se pode melhorar. Por fim, queremos disseminar conteúdos sobre essa fase da vida, demonstrando com dados e pesquisas científicas que o que se vive na primeira infância tem impacto a vida toda. Para tirar essas metas audaciosas do papel, trabalhamos com diversos setores da sociedade. A começar pelo saber científico, apoiando pesquisas e modelos, e traduzindo o conhecimento para que a informação chegue a quem mais precisa dela. Por meio de estratégias de advocacy, atuamos junto a lideranças públicas e sociais para promover mudanças estruturais que protejam as crianças e suas famílias. Já com o setor privado, promovemos parcerias para ampliar impactos e alavancar resultados. Nesse caso, sempre mostrando como adotar boas práticas corporativas que valorizam a primeira infância, trazem benefícios para as crianças, para as famílias e também para as próprias empresas, com impacto na produtividade e maior retenção de colaboradores. A Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal também age para sensibilizar a sociedade –especialmente por meio dos formadores de opinião – sobre a importância dos primeiros anos da vida de uma criança.

Fundação Tide Setubal

Com mais de uma década de trabalho, a Fundação Tide Setubal é uma organização não governamental, de origem familiar, que atua com a missão de: fomentar iniciativas que promovam a justiça social e o desenvolvimento sustentável de periferias urbanas e contribuam para o enfrentamento das desigualdades socioespaciais das grandes cidades, em articulação com diversos agentes da sociedade civil, de instituições de pesquisa, do Estado e do mercado. As periferias urbanas são o foco do trabalho e o bairro de São Miguel, na zona leste de São Paulo, foi o ponto de partida para a atuação. A presença diária permitiu conhecer e reconhecer uma periferia potente, criativa e com capacidade de renovação e inovação. Por outro lado, reafirmou que a segregação entre centro e periferia reduz oportunidades sociais e econômicas para quem vive nessas regiões da cidade, destacando a importância de tê-las como prioridade no orçamento público e nas ações do investimento social privado e da sociedade civil quando se pretende a busca pela equidade. São três frentes de atuação: prática local com o Galpão ZL na zona leste de São Paulo, apoio financeiro e fomento a projetos e pesquisas nas periferias do Brasil, e incidência e influência com programas próprios nos temas raça e gênero; orçamento público, transparência e planejamento; cidades e desenvolvimento urbano; nova economia e desenvolvimento territorial; democracia e cidadania ativa. A atuação da Fundação Tide Setubal busca gerar oportunidades para quem vive nas periferias, identificar soluções para a redução das desigualdades e promover alternativas que contribuam para a qualidade de vida nos territórios, com a melhora da infraestrutura e dos serviços oferecidos, articulando diferentes atores e gerando modelos que possam ganhar escala e alcançar políticas públicas. Faz isso de maneira coordenada e colaborativa.

Galo da manhã

O Galo da Manhã é um instituto de investimento social privado criado para apoiar organizações que atuam no fortalecimento da sociedade civil e na redução de injustiças, em especial contra populações vulneráveis. Prioriza áreas como Sistema de Justiça e Penitenciário, Saneamento Básico e Violência contra a mulher, e financia a produção de dados que ajudem a compreender melhor os problemas brasileiros e a enfrentá-los com eficiência. De forma ampla, atua na defesa da Democracia e valorização da diversidade, da cidadania e do respeito à liberdade e autonomia dos cidadãos.

Instituto Ibirapitanga

O Instituto Ibirapitanga é uma organização fundada por Walter Salles que se dedica à defesa de liberdades e ao aprofundamento da democracia no Brasil. Desde 2017, apoia iniciativas a partir de dois programas – Equidade racial e Sistemas alimentares. Por meio de doações, o Instituto apoia organizações, movimentos e coletivos da sociedade civil brasileira que desejam produzir transformações estruturais positivas no país.

Instituto Unibanco

O Instituto Unibanco é uma instituição sem fins lucrativos que atua pela melhoria da qualidade da educação pública no Ensino Médio, por meio da gestão. Seu objetivo é contribuir para a permanência dos estudantes na escola, a melhoria da aprendizagem, e a redução das desigualdades educacionais. Sua atuação é baseada em evidências valorizando a diversidade e acelerando transformações por meio da gestão. Fundado em 1982, integra o grupo de instituições responsáveis pelo investimento social privado do grupo Itaú-Unibanco.

Itaú Social

O Itaú Social desenvolve, implementa e compartilha tecnologias sociais para contribuir com a melhoria da educação pública brasileira. Sua atuação se dá em dois pilares: a formação dos profissionais da educação e o fortalecimento da sociedade civil. Juntamente com uma rede de parceiros, fornecedores e colaboradores, trabalha para que municípios, estados e União se unam para entregar aquilo que é direito de todos: acesso à educação com aprendizagem adequada, sem restrição de tempo, espaço, raça, cor ou gênero. Por acreditar que a eficiência do investimento social depende da prática contínua da avaliação, o Itaú Social tem realizado ao longo de sua história um conjunto significativo de avaliações de políticas públicas e programas sociais da sociedade civil, incluindo as iniciativas de sua própria autoria. Além disso, cursos, seminários e conteúdos online, voltados para gestores e pesquisadores, compõem um acervo disponível gratuitamente, contribuindo para o aprimoramento da cultura de avaliação no setor.

Parceiros

AfroBiotaBPBESCEM - Cepid/FAPESPCENERGIA/COPPE/UFRJCPTEDRCLAS - HarvardIEPSLAUT

Apoiadores

Fundação Maria Cecilia Souto VidigalFundação Tide SetubalGalo da manhãInstituto IbirapitangaInstituto UnibancoItaú Social