Marcelo Calliari: big techs e a dinâmica da concorrência

Marcelo Calliari
As big techs estão mudando a dinâmica da concorrência?

Neste vídeo, o advogado, ex-conselheiro do Cade e doutor em direito pela USP Marcelo Calliari explica como as big techs estão mudando a dinâmica da concorrência. “Quando falamos em big techs, em geral, pensamos automaticamente em grandes empresas de tecnologia que atuam predominantemente no espaço virtual. São muitas, enormes, pelo mundo. Mas, normalmente, pensamos em um grupo específico delas, que são as que foram conhecidas pelo acrônimo Gafam nos Estados Unidos — Google, Amazon, Facebook e Apple. São empresas de alcance, poder, influência e penetração inéditos na história da humanidade. Estão transformando não só a economia, mas a sociedade e a política”, disse. “Ser grande porque oferece produtos melhores, traz muita inovação — e essas empresas têm um histórico de inovação impressionante — não é um problema. Não há questão concorrencial em ser grande por conta disso. O problema é se você é grande e usa o poder que você tem a partir desse ponto para se preservar nessa situação”, afirmou. “Essa é a grande discussão que temos hoje: se essas empresas, depois de chegarem lá, estão fazendo isso ou não. Cada vez mais gente acha que elas estão, em certa medida, prejudicando a concorrência. Obviamente, há outro lado, que é este: de que elas trazem benefícios gigantescos. Você tem que sopesar na hora de fazer essa análise. Nenhuma autoridade de concorrência no mundo, que tenta proteger esse processo concorrencial como o Cade, no Brasil, e os seus pares em outros países —, quer desestimular a inovação, quer punir alguém por ser mais eficiente e melhor. Eles têm que achar esse equilíbrio na hora de analisar”, disse.

Leia mais

Parceiros

AfroBiotaBPBESBrazil LAB Princeton UniversityCátedra Josuê de CastroCENERGIA/COPPE/UFRJCEM - Cepid/FAPESPCPTEClimate Policy InitiativeDRCLAS - HarvardIEPSJ-PalLAUT